Blog que retrata os acontecimentos do mar e porto de Viana e arredores, nos bons e maus momentos, dos pequenos aos grandes senhores.

01
Jun 07

 

QUADRO 11

FAROL DO CABO DE S. VICENTE

Óleo s/tela - 35X27 

2002-11-19

 

Quando vinha do sul em direcção a Lisboa ou a Aveiro, caso do navio"TROPICAL", da Empresa de Pesca Miradouro, Lda., onde  andei durante três anos na zona do Sudoeste Africano na pesca da pescada, o primeiro farol que avistava antes de chegar a solo português era o farol do C. de S. Vicente.

Por esse motivo é também um dos meus faróis preferidos e, tal como os anteriores, resolvi recordá-lo através desta forma de expressão plástica a que me dediquei nos tempos livres e despreocupados da minha vida de reformado.

A propósito deste farol vou contar uma história passada comigo a bordo do navio " Praia do Restelo" em 1976 quando regressava duma viagem de pesca à Mauritânia ou Cabo Branco como também chamavamos, por a zona de pesca se situar nas imediações do Cabo Branco.

Depois de passarmos as Canárias, Lanzarote mais precisamente, tracei rumo em direcção ao Cabo de S. Vicente. Durante a viagem até ao Algarve não tivemos sol para observar e fizemos navegação estimada, sem possibilidade de rectificarmos a posição, além disso fomos fustigados por uma nortada rija que nos fazia derivar para sueste. Estimava passar o São Vicente pela madrugada e, quando me fui deitar cerca da uma hora da manhã avisei o Mestre para estar atento que devíamos avistar o farol do C.de S. Vicente durante a noite, assim que o avistasse me chamar.

 

 

Cópia da Lista de Faróis de 1960

 

Eram cerca das quatro horas quando o mestre me chamou: - Senhor Capitão o farol está na proa. Levantei-me num salto e dirigi-me para a ponte que era ali mesmo ao lado. Peguei nos binóculos e comecei a contar os relâmpagos(4) seguido de ocultação. Verifiquei na carta e disse para comigo :-"Mas isto não pode ser, este é o Cabo de Santa Maria!". O navio estava muito para leste da posição estimada. Contei os relâmpagos novamente e o período de tempo para me certificar. Com efeito era o farol do Cabo de Santa Maria, o farol do Cabo de S. Vicente emite um relâmpago seguido de ocultação com um período de 5 segundos,enquanto o de Sta. Maria emite um grupo de 4 relâmpagos com um período de 15 segundos. Estava desfeita a dúvida, havia que traçar rumo para oeste, estavamos muito atirados para leste devido ao caímento provocado pela forte maresia apesar da correcção que efectuamos no rumo para atenuar o desvio derivante.

Foi assim na minha primeira viagem ao Cabo Branco em que saí de Lisboa como Imediato do Santa Luzia e entrei em Lisboa a comandar o Praia do Restelo. Por motivo de doença súbita do Capitão Lino, tive de passar do Ilha de Santa Luzia no mar para o Praia do Restelo e ir a Nouadhibou deixá-lo no hospital e acabar a viagem de pesca.

publicado por dolphin às 19:12
tags:

 

QUADRO 12

FAROL DE MONTEDOR

Óleo s/tela - 45X38

2002-11-22

 

 Extraído da Lista de Faróis de 1960

Outro farol que me diz muito, especialmente quando trabalhei na Empresa de Pesca de Viana do Castelo, como imediato do navio "SÂO RUY" nos anos de 1975/76.

Foi o primeiro ponto que vi quando regressei dessa longa viagem de quase 5 meses de barra a barra.

Nada é tão reconfortante para o homem do mar que o regresso ao aconchego do lar depois de meses e meses de ausência e, a aproximação ao porto de origem cria uma ansiedade ininarrável porque vivida  e sentida à maneira de cada um  e o farol do porto ou das proximidades do porto, como é o caso de Montedor, próximo de Viana do Castelo, é como um cúmplice dessa ansiedade, com os flaxes luminosos na escuridão da noite, quando a chegada acontece de noite ou com a sua presença altaneira e conspícua, sobranceira ao mar, como que contemplando a chegada do navio quando esta ocorre de dia.

Outros faróis que me dizem muito e que foram companheiros nos bons e maus momentos durante 19 anos, foram os faróis de Santiago da Barra e da Senhora D'Agonia que constituem o enfiamento da barra de Viana do Castelo.

 

publicado por dolphin às 00:31
tags:

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador
mais sobre mim
pesquisar
 
pour générerller dans votre page web.
TIME
blogs SAPO