Blog que retrata os acontecimentos do mar e porto de Viana e arredores, nos bons e maus momentos, dos pequenos aos grandes senhores.

21
Jan 08
O rio Lima (Limia para os espanhóis) nasce na aba ocidental da serra de S. Mamede, na fonte Talariño.
 
Esta foi a conclusão a que cheguei no dia 20 de Janeiro de 2008, quando resolvi comemorar os 750 anos do foral de D.Afonso III, com a subida à nascente do rio Lima, numa romagem às origens.

 

Local onde foi encanada a água para a aldeia

 

 

Córrego por onde a água escorre

 

Não foi fácil a descoberta do local. Após duas tentativas, só à segunda consegui encontrar um aldeão do pueblo de Paradiña que me explicou que a nascente do rio estava canalizada para abastecimento da aldeia e a origem resumia-se às sobras que no Inverno transvazavam e escorriam pelo córrego que se formou  ao longo de milénios.

 

Um rego d'água

Na aldeia rural do Couso, cerca de um quilómetro para jusante, fruto das escorrências de várias nascentes que dos pequenos córregos confluem, o Limia é já um rego de água significativo, para, no sopé da serra, no encontro com a planície, se transformar num rio com um caudal que lhe permite vencer a imensa planura com cerca de 20 quilómetros de extensão até à ponte de Liñares, onde começa a apertar o cerco montanhoso que daí até Ponte da Barca o transforma num rio de montanha, para voltar a ser novamente um rio de planície até à foz.

 

Um rio com um caudal que lhe permite vencer a planura

 

 

A imensa planície com cerca de 800 Km2

 

 

 Embalse de las Conchas

 

Lamento que não haja uma indicação precisa do local. Estamos em ano de comemorações, talvez não fosse má ideia, com a anuência das autoridades locais espanholas, colocar uma indicação da origem do rio que vem desaguar na nossa cidade depois de ter percorrido cerca de 170 quilómetros.
 
publicado por dolphin às 22:56
tags:

Olá,Senhor Martins!
Venho por este meio agradecer o seu comentário, que me motivou para continuar, e sempre partilhar com todos, os trabalhos que for fazendo.
Tambêm já tive a oportunidade de consultar os seus blogs: koralbeach / serravalimar / grafitlandia, e gostei da forma como aborda os seus temas, e a sua visão dos pormenores de conhecimentos históricos.
Para mim a mar tem tido sempre um papel importante, pois vivo perto dele desde pequeno; agora estou a fazer um trabalho fotográfico para uma futura exposição, onde o tema do mar vai estar no seu conjunto; muito obrigado, é sempre bem-vindo ao blog quando quiser trocar ideias, continuação de um bom ano, até sempre.

José Filipe / 22 - Janeiro - 2008
www.josefilipeart.blogspot.com
José Filipe a 22 de Janeiro de 2008 às 12:15


Estou de acordo com Vd. no tocante a nasceste do Limia , mais não consigo fixar a longitude do rio que según as fontes vai dos 108 a os 170 km.

¿Ten algum dato que avalie esta ultima hipótese ?.
Un saúdo
Carlos a 22 de Julho de 2008 às 09:42

A única fonte que tenho sobre a distância do rio Lima são os quilómetros que percorri desde a foz em Viana do Castelo até à nascente na fonte do Talariño no lugar de Paradiña. Não serão exactamente 170 Km porque o percurso da estrada é talvez um pouco maior que o curso do rio, mas também não serão 108 Km que refere.
Dolphin
dolphin a 28 de Julho de 2008 às 23:58

A única fonte que tenho sobre a distância do rio Lima são os quilómetros que percorri desde a foz em Viana do Castelo até à nascente na fonte do Talariño no lugar de Paradiña. Não serão exactamente 170 Km porque o percurso da estrada é talvez um pouco maior que o curso do rio, mas também não serão 108 Km que refere.
Dolphin
dolphin a 28 de Julho de 2008 às 23:59

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador
mais sobre mim
pesquisar
 
pour générerller dans votre page web.
TIME
blogs SAPO