Blog que retrata os acontecimentos do mar e porto de Viana e arredores, nos bons e maus momentos, dos pequenos aos grandes senhores.

25
Mai 10

LUGRE "BRILHANTE"

 

O lugre "Brilhante" foi construído nos estaleiros da Companhia Marítima de Transportes e Pesca, no Largo 5 de Outubro, pelo construtor naval sr. José Lopes Ferreira Maiato, para a Sociedade Vianense de Cabotagem, Lda., pela quantia de 20.000$00.

Esta sociedade era constituída pelos srs. Jerónimo Vieitas Costa, Rodolfo Vieitas Costa, João Alves Cerqueira, José António de Matos e pela firma Magalhães & Filhos, Lda.

O lugre "Brilhante" foi lançado à água no dia 05-05-1921 e teve como primeiro comandante o Capitão da Marinha Mercante José Bixirão, de Ílhavo. O navio tinha as seguintes características: Tab - 350,670 tons ; Tal - 312,980 tons;Lpp - 47,25 m; Boca - 9,97 m ;Pontal - 3,82 m. Devido ao avançado do tempo para apetrechar e fazer o abastecimento de mantimentos e sal, não fez a campanha de 1921, aproveitando para fazer algumas viagens comerciais até à campanha do próximo ano.

Foi registado na Capitânia do Porto de Viana do Castelo no dia 7 de Junho de 1921, para o transporte marítimo, com armação de lugre de três mastros. Segundo averbamento de 27-03-1922 exarado no registo, passou nesta data a pertencer à Sociedade Nacional de Pesca, Lda. e, de acordo com a comunicação n.º 286 de 06-03-1924 da Capitânia do Porto de Aveiro passou a ter novo registo naquela praça com o nome de "Condestável".

Como era costume nos "bota-abaixo" dos navios naquela época, foi um acontecimento que mobilizou a afluência de um grande número de pessoas provenientes das redondezas. O cabo que prendia o navio ao berço, foi cortado pelo sr. Fernando Costa de Lisboa, gerente da casa Vieitas & Cia.

À noite, no restaurante da sra. D. Margarida de Lemos Pereira, a "Margarida da Praça", foi servido um lauto banquete aos mais íntimos amigos dos societários e em que participaram algumas senhoras.

De realçar o ressurgimento do "Restaurante da Praça que teve a melhor tradição como uma das casas de maiores primores culinários...". O restaurante foi gerido por outras direcções, mas retomou a direcção da sua primitiva proprietária.



 

Restaurante "Margarida da Praça"

 

A D. Margarida de Lemos Pereira, presenteou os convivas com uma lista genuinamente portuguesa, reavendo os seus antigos créditos, com um serviço primoroso.

A festa prolongou-se noite dentro com brindes e homenagens aos societários da empresa.

 

Fontes :

"A Aurora do Lima" - 13-05-1921

Capitânia do Porto de Viana do Castelo -Livro de registo de navios n.º 5

 

Viana do Castelo, 2010-05-25

Manuel de Oliveira Martins

publicado por dolphin às 22:37

Caro amigo,
Como deve imaginar, tenho tido tão pouco tempo para me debruçar sobre o trabalho apresentado pelos distintos colegas, que apontamentos de tal forma importantes, como os que tem publicado, não tem tido a atenção que justificam e merecem. Quanto ao lugre "Brilhante", que aqui faz referência, tenho a indicação ter tido o bota-abaixo a 11 de Abril. Ainda sem arqueação definida, o Lloyds de 1922 estima de pm (dw) 600 to, cpmts pp 47,21 bc 9,97 ptl 3,81, conforme encomenda da mencionada sociedade. O capitão em 1921 foi José Simões Bixirão e João Pereira Ramalheira, em 1922 e em 1923, após mudança de proprietário, em Março, como refere. Na vendo do navio à recem formada Soc. Condestável, o navio transfere o registo, na data mencionada, mantendo o mesmo capitão. Em Aveiro foi o "Condestavel" até 1929 e "Nun'Álvares" depois de 1930. Efectuou apenas uma campanha com este nome, para a Soc. Nun'Álvares. Ainda não pesquisei o naufrágio mas julgo saber ter-se afundado, por alquebramento, em viagem para os bancos, na posição 40º48'02"N 9º41'02"W, algures a Norte da Biscaia. Felizmente a tripulação foi salva pelo navio francês "Marrakech", de Bordeus, que pertenceu à Comp. Genérale Transatlantique.
Um grande abraço e parabens pelo empenho posto no blog.
Reinaldo Delgado
Reinaldo Delgado a 29 de Maio de 2010 às 01:02

Obrigado amigo Reinaldo pelo complemento que faz ao post que escrevi sobre o lugre "Brilhante".
Como já referi noutro local, a propósito destes escritos, têm por objectivo a realidade Vianense da pesca do bacalhau com especial enfoque nos aspectos sociológicos e antropológicos, não esquecendo naturalmente a história. Não me preocupei em seguir o "rasto" deste lugre por que confinei o estudo a Viana do Castelo. De qualquer das formas estou-lhe muito grato pelo complemento que fez.
Um abraço.
Oliveira Martrins
dolphin a 30 de Maio de 2010 às 23:57

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


Contador
mais sobre mim
pesquisar
 
pour générerller dans votre page web.
TIME
blogs SAPO